• Nicolle Reis

A Primavera de 2021 e a influência da La Niña

A primavera de 2021 no Brasil será marcada por chuvas abaixo da média na região Sul e temperaturas acima da média em quase todo o país.

Previsão da temperatura da superfície do mar (°C) de setembro a dezembro de 2021. Os valores mostram a diferença com relação à média. Fonte: Australian Bureau of Meteorology.

O início da primavera no Hemisfério Sul ocorre nesta quarta-feira (22), marcada pelo fenômeno astronômico Equinócio, quando a incidência de radiação solar é a mesma nos dois hemisférios, fazendo com que o dia e a noite tenham a mesma duração. A primavera é uma estação de transição entre o inverno e o verão e se caracteriza pelo aumento gradativo da temperatura e retorno das chuvas em grande parte do Brasil.

De acordo com o Centro de Previsão do Clima (CPC) dos Estados Unidos, existe entre 70% e 80% de chance de que a primavera de 2021 seja influenciada pelo fenômeno La Niña. A La Niña se caracteriza pelo resfriamento das águas do mar na região equatorial do Oceano Pacífico, resultando em temperatura da superfície do mar abaixo da média climatológica. Esta configuração gera mudanças nos padrões de circulação atmosférica, impactando diretamente nos regimes de temperatura e precipitação em diversas regiões do planeta.

No Brasil, os principais efeitos da La Niña são o aumento da precipitação na região Nordeste e a diminuição das chuvas na região Sul do país. As regiões Sudeste e Centro-Oeste são menos impactadas, no entanto também podem ser afetadas. Em anos de La Niña, o transporte de umidade vindo da região Amazônica diminui, o que contribui para menores acumulados de chuva.



Durante os meses de setembro a dezembro, com a inibição da precipitação, principalmente no Sul, e a predominância de dias com o céu claro e baixa nebulosidade, ocorre maior incidência de radiação solar na superfície terrestre e as temperaturas mínima e máxima tendem a ficar acima da média climatológica deste período.


Perspectiva para a Primavera 2021


O modelo do Centro Nacional de Previsão dos Estados Unidos (NCEP) projeta acumulados de precipitação e anomalias de temperatura em 2 metros com características esperadas para uma primavera de La Niña. A previsão para os meses de outubro a dezembro mostra chuvas acima da média no centro-norte do país e abaixo da média na região Sul.

Previsão da precipitação na primavera
Previsão de precipitação do NCEP para os meses de outubro a dezembro de 2021. Os tons de marrom representam chuvas abaixo da média e os tons de verde representam precipitação acima da média. Fonte: Copernicus.

Com relação à temperatura em 2 metros durante os meses da primavera, o modelo prevê temperaturas acima da média na região centro-sul do país, com os valores mais intensos no Sudeste, e temperaturas abaixo da média em algumas regiões do norte.


Previsão da temperatura para primavera
Previsão de temperatura em 2 metros do NCEP para os meses de outubro a dezembro de 2021. Os tons de azul representam temperatura abaixo da média e os tons de laranja representam temperatura acima da média. Fonte: Copernicus.

O estabelecimento do fenômeno La Niña e o prognóstico de precipitação abaixo da média climatológica no período da primavera, quando as chuvas deveriam retornar, podem trazer diversos impactos para a agricultura e agravar ainda mais a crise hídrica no país.