• Davi Moura

Alerta de risco potencial: chuvas em alta no Sudeste e em Goiás

O norte de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, sul do Espírito Santo e Goiás estão em risco potencial para alagamentos, rompimentos/transbordamentos de barragens e deslizamentos de terra.


acumulado de chuva
Previsão do modelo alemão ICON para o acumulado total de chuva nas próximas 72 horas. Modelo iniciado em 07/02/2022 às 0600 UTC

A chegada de uma frente fria no sudeste do Brasil no último domingo (06) trouxe chuvas para grande parte do estado de São Paulo. A medida que o sistema se desloca está se somando à alguns fatores dinâmicos importantes nesta segunda-feira (07).


O transporte de umidade da Amazônia, realizado pelos Jatos de Baixos Níveis (JBN), é um deles. Esse transporte é essencial para alimentar as nuvens de chuva e mantê-las carregadas. Outro fator é a presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) que, basicamente, se refere a um ciclone na alta troposfera (aproximadamente 12 km de altitude). O VCAN está posicionado próximo do litoral da Bahia e as suas bordas ajudam a manter a atividade convectiva no sistema frontal. Além do JBN e do VCAN, os Jatos de altos níveis atuam na alta troposfera (próximo de 14 km de altitude) próximo da região de posicionamento da frente fria, auxiliando na divergência de massa.



A junção desses fatores deve proporcionar a formação de um outro sistema nos próximos dias: a Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). A ZCAS deve gerar chuvas persistentes ao longo dos próximos dias que devem atingir principalmente os estados de Goiás, o norte de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo.


zona de convergência do atlântico sul zcas
Carta sinótica prevista para 08/02/2022 às 0000 UTC. Há expectativa da formação da ZCAS (corredor verde em destaque) nas próximas 24h. Fonte: INPE.

A chegada dessas chuvas é essencial para a agricultura e para os reservatórios, porém os modelos numéricos apontam excessos que devem trazer transtornos principalmente em áreas urbanas muito populosas como as capitais Belo Horizonte e Rio de Janeiro.



Os acumulados de chuva até a próxima sexta-feira (11) podem alcançar os 80 mm em Nova Friburgo (RJ), 75 mm em Divinópolis (MG), 99 mm em Belo Horizonte (MG), 52 mm no Rio de Janeiro (RJ), 71 mm em Uberlândia (MG), 89 mm em Caldas Novas (GO), de acordo com o modelo alemão ICON. Acompanhe a previsão completa da semana no vídeo abaixo: