• Paulo Vitor

Atacama: gigantesco buraco surge em meio ao deserto

A localidade de Tierra Amarilla, no norte chileno, ganhou fama nos últimos dias após o surgimento de um grande buraco em seu território. O buraco possui profundidade de um prédio de 21 andares.


buraco grande no Chile
Buraco com a profundidade equivalente a um prédio de 21 andares surgiu no Atacama.

A pequena comuna de Tierra Amarilla, localizada na província de Copiapó no norte do país e distante cerca de 665 quilômetros ao norte da capital Santiago vive dias de "fama" após o surgimento de um grande buraco em seu território. No sábado, 30 de julho em um trecho da província, os moradores relataram as autoridades do surgimento do buraco. Buraco este que apresenta grandes dimensões: 64 metros de profundidade e 32 metros de diâmetro, o buraco possui profundidade de um prédio de 21 andares. Além das dimensões, o buraco apresenta forma semelhante à um círculo e segue se expandido lateralmente.



A localidade de Tierra Amarilla é cercada por mineradoras e estas acabam por causar muitas obras e retirar sedimentos do espaço subterrâneo da localidade. Há a suspeita de que a atividade da mineração possa ser a causadora do fenômeno. A mineradora canadense Lundin Mining LUN.TO realiza a extração de cobre na área de Tierra Amarilla.



O Serviço Nacional de Geologia de Mineração (Sernageomin) enviou funcionários para o local a fim de verificar o buraco. De início, as medidas tomadas pela instituição foram o fechamento da mina de Alcaparrosa e os acessos a mesma. Os técnicos também afirmaram que continuarão monitorando a situação do buraco. O prefeito da localidade apresentou um tom de críticas as mineradoras e a relação com o meio ambiente chileno, segundo Zúñiga:


"Queremos esclarecer por qual o motivo ocorreu este evento, se o colapso é causado pela atividade mineira ou se é de outra natureza. Iremos até às últimas consequências como município para proteger a nossa comunidade e acabar de uma vez por todas com estes abusos e a contaminação excessiva destas empresas mineiras".

Para o prefeito da cidade, as mineradoras não apresentam todas as problemáticas de suas atividades em seus licenciamentos ambientais, e assim, problemas como este poderiam ser evitados. Até o momento, a mineradora canadense Lundin Mining LUN.TO não se pronunciou sobre o caso.



No Chile, o setor da mineração é um setor lucrativo e extraem diversos minerais, mas, infelizmente, muitos impactos socioambientais estão associados a essa atividade, impactos esses que variam desde a contaminação do ar a destruição de grandes áreas, além de conflitos com moradores locais.


mina escondida chile
A mina Escondida no Atacama. Grandes extensões de terras são retiradas em busca dos minerais.

Existe a necessidade da extração desses materiais em meio a sociedade contemporânea, mas há de se pensar em formas de contribuição para minimizar os impactos dessas atividades. Há o termo que em Tierra Amarilla novos buracos possam vir a surgir em consequência dessas atividades da mineração, e assim, novos transtornos para as populações locais, bem como mais impactos sobre a natureza.