• Raquel Pereira

Chuva de meteoros ocorrerá na próxima terça-feira (31)

A chuva de meteoros Tau Herculídeos, potencialmente ativa entre o final de maio e início de junho, terá seu pico no dia 31 de maio.

chuva de meteoros
Chuva de meteoros poderá ser visível em algumas regiões do Brasil. Fonte: Shutterstock.

A chuva de meteoros, Tau Herculídeos, potencialmente ativa entre o final de maio e o início de junho, terá seu pico no próximo dia 31, e iluminará o céu de algumas regiões. O Hemisfério Norte será a área do planeta mais privilegiada para observar a chuva e quanto mais próximo da linha do equador estiver o observador, maiores serão as possibilidades de visualizar com clareza o fenômeno.



No Brasil, moradores das regiões Norte e Nordeste conseguirão observar o fenômeno, já moradores das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul não terão uma posição favorável para visualização do evento astronômico e irão depender das condições do tempo e da intensidade da chuva de meteoros para aproveitar o fenômeno metereológico.


Moradores das regiões Norte e Nordeste devem ficar atentos à direção Noroeste entre 1h55min e 2h10min da manhã, que é o horário de pico do fenômeno.

Caso a sua localidade não permita a observação desse fenômeno, é possível assistir transmissões feitas na internet.



De acordo com o Observatório Nacional, a chuva de meteoros Tau Herculídeos é resultado da fragmentação do cometa 73P/Schwassmann-Wachmann 3 (SW3).



No ano de 1930, dois observadores alemães Arnold Schwassmann e Arno Arthur Wachmann descobriram o comenta SW3. Ele completa sua órbita em torno do Sol a cada 5,4 anos e passa a apenas 2 milhões de km da órbita da Terra. Durante o final da década de 1970 os cientistas perceberam que o cometa havia se tornado cerca de 600 vezes mais brilhante, tornando possível a observação a olho nu durante sua passagem.


O resultado da mudança foi a fragmentação do comenta que começou a se dividir em inúmeros pedaços e desde então continua se fragmentando.

Por se tratar de inúmeros fragmentos, também é difícil afirmar com certeza se nos demais dias, além do dia 31 de maio, também será possível observar a chuva de meteoros. Por isso, é recomendado também que sejam feitas observações no período de 28 de maio a 1º de junho, sempre de madrugada.


chuva de meteoros
Regiões mais ao norte do Brasil, terá maior chance de observar esse grande evento no céu.


De acordo com a Organização Internacional de Meteoros é difícil prever com exatidão quais serão as taxas de meteoros por hora que irão cruzar o céu noturno. A IMO apontam para uma intensidade de 140 a 1.400 meteoros por hora, o que irá resultar em uma boa oportunidade de visualização.


"Não é possível dizer com precisão. Pode ser que nada aconteça, pode ser que seja uma chuva fraca, intensa ou até mesmo uma tempestade de meteoros."

Comentou Marcelo de Cicco, coordenador do EXOSS, que é um projeto brasileiro de pesquisas de meteoros com colaboração do Observatório Nacional.