• Nicolle Reis

Como será a Terra em 500 anos?

E se pudéssemos prever como a Terra estará no século 26? Será que esse futuro seria de um planeta um pouco mais frio, um pouco mais quente ou um tanto quanto improvável?


Terra no futuro
Dependendo a quem você pergunta, o século 26 será um pouco mais frio ou infernalmente quente.

Os cientistas podem fazer previsões bastante precisas sobre o futuro. Mas prever como será a Terra daqui a 500 anos é uma tarefa difícil porque há muitos fatores em jogo. Imagine Cristóvão Colombo em 1492 tentando prever as Américas de hoje!



Sabemos que dois tipos principais de processos mudam nosso planeta: um envolve ciclos naturais, como a forma como o planeta gira e se move ao redor do Sol, e o outro é causado por formas de vida, especialmente humanos.


A própria Terra está em movimento

A Terra está mudando constantemente. Ela oscila, o seu ângulo de inclinação muda e até mesmo sua órbita muda para trazer a Terra para mais perto ou mais longe do Sol.



Essas mudanças acontecem ao longo de dezenas de milhares de anos e elas têm sido responsáveis pelas eras glaciais. Quinhentos anos não é muito tempo em termos de geologia.


Os humanos estão mudando o planeta

A segunda grande influência no planeta são os seres vivos. Os efeitos da vida no planeta são mais difíceis de prever. Perturbar uma parte de um ecossistema pode desequilibrar muitas outras coisas.



Os humanos, em particular, estão mudando a Terra de muitas maneiras. Eles derrubam florestas e destroem importantes habitats de vida selvagem para construir cidades e plantar. Eles movem espécies invasoras ao redor do planeta, perturbando ecossistemas.


Eles também contribuem para o aquecimento global. As pessoas estão causando as mudanças climáticas, principalmente pela queima de combustíveis fósseis, que liberam mais gases de efeito estufa na atmosfera do que o planeta e a atmosfera podem suportar.



Normalmente, os gases do efeito estufa retêm o calor do Sol, mantendo a Terra mais quente do que seria de forma contrária. Isso pode ser útil - até ser demais.


O resultado do excesso de dióxido de carbono é o aumento das temperaturas, o que pode gerar dias de verão perigosamente quentes e o degelo na Groenlândia e na Antártica. O derretimento das geleiras eleva o nível dos oceanos, causando inundações em áreas costeiras.



É isso que a Terra está enfrentando agora. Essas mudanças podem levar a um planeta muito diferente em 500 anos, dependendo em grande parte da disposição dos humanos em mudar seus hábitos. Um planeta em aquecimento também pode contribuir para condições climáticas extremas, como ondas de calor, tempestades e secas que podem mudar a terra. Todas as formas de vida na Terra estão em risco.


Aprendendo com os últimos 500 anos

Olhando para os últimos 500 anos, a parte viva da Terra, chamada de biosfera, mudou dramaticamente.


O número de humanos aumentou de cerca de 500 milhões de pessoas para mais de 7,5 bilhões hoje. Mais de 800 espécies de plantas e animais foram extintas devido às atividades humanas durante esse período. À medida que a população humana cresce, outras espécies têm menos espaço para perambular.


A elevação do nível do mar significa ainda menos terra, e o aumento das temperaturas fará com que muitas espécies migrem para climas melhores.

Nem todas as mudanças na Terra são causadas por humanos, mas os humanos pioraram algumas delas. Um grande desafio atualmente é fazer com que as pessoas parem de fazer coisas que criam problemas, como queimar combustíveis fósseis que contribuem para as mudanças climática. Este é um problema global que exige que os países ao redor do mundo e as pessoas dentro deles trabalhem em prol do mesmo objetivo.



Voltando a Cristóvão Colombo, ele provavelmente não poderia imaginar uma rodovia cheia de carros ou um telefone móvel. A tecnologia, sem dúvida, também irá melhorar nos próximos 500 anos. Mas até agora, as soluções tecnológicas não se expandiram rápido o suficiente para resolver as mudanças climáticas. Continuar fazendo as mesmas coisas e esperar que outra pessoa conserte a bagunça mais tarde, seria uma aposta arriscada e cara.


Portanto, a Terra em 500 anos pode ficar irreconhecível. Ou, se os humanos estiverem dispostos a mudar seus comportamentos, ela pode persistir com suas florestas vibrantes, oceanos, campos e cidades por muitos mais séculos, junto com seus residentes mais bem-sucedidos, a humanidade.



Fonte: Sci Tech Daily (https://scitechdaily.com/what-will-the-earth-be-like-in-500-years/)