• Raquel Pereira

Lua de sangue: eclipse lunar total ocorrerá no dia 16 de Maio

O eclipse será visível para todo o Brasil, e é o primeiro de dois eclipses lunares totais do ano.

eclipse lunar
Diferentes etapas de um eclipse lunar.

No dia 16 de Maio de 2022 teremos um eclipse lunar total que será visível nas Américas, Antártida, Oceano Atlântico, grande parte da África e centro-leste do Pacífico. O ápice do fenômeno ocorrerá às 04h11 UTC, que corresponde à 01h11 no horário de Brasília.


Um eclipse é um fenômeno que ocorre entre dois corpos celestes. Quando a Lua é atingida pela sombra da Terra, temos um eclipse lunar. Em contrapartida, quando a sombra da Lua atinge o planeta ocorre um eclipse solar.





Para acontecer o eclipse lunar é necessário que a Terra cubra total ou parcialmente a Lua, impedindo que a luz solar a ilumine. Visto que a Lua não tem luz própria, mas reflete a luz solar, o eclipse lunar ocorre quando a Terra está posicionada entre o Sol e a Lua. A sombra da Terra, que produz o fenômeno, é projetada total ou parcialmente sobre seu satélite natural. Conforme a posição da Lua e da sombra projetada pelo planeta, esse fenômeno pode ocorrer de três formas: total, parcial e penumbra.


A frequência com que o eclipse lunar acontece varia de ano a ano, mas geralmente ocorre pelo menos duas vezes por ano, que é quando esses corpos celestes se encontram alinhados. Pode ser de alguns minutos ou até 3 ou 4 horas sua duração.




Observe na imagem abaixo que há duas regiões da sombra projetadas pela Terra. Elas são chamadas umbra e penumbra. A umbra é a região formada pela ausência de luz, onde não há iluminação direta do Sol. Enquanto a penumbra é uma região de escuridão parcial, onde somente uma parte recebe iluminação solar ao passo que a outra parte é bloqueada.





Em um eclipse total, antes da Lua ficar totalmente encoberta pela sombra da Terra, ela passa pela região de penumbra. Nessa situação, o que acontece é uma diminuição do brilho da Lua, que ao atingir a região de umbra, partes da mesma começam a não serem mais visíveis.


Ao penetrar totalmente na sombra da Terra, a Lua aparecerá obscurecida, com uma cor avermelhada.

Essa coloração é devido aos raios de luz vindos do Sol e que tangenciam a Terra, sofrerem refração por causa da atmosfera terrestre, e como a luz azul sofre um maior espalhamento, a luz vermelha é a que é refletida pela superfície da Lua.


eclipse lunar
Regiões que se formam em um eclipse lunar. Fonte: Mundo da educação.

Os eclipses lunares são importantes tanto astronomicamente e astrologicamente. Para uma melhor apreciação desse fenômeno, é recomendável estar afastado de luzes artificiais. A vista também deve estar desobstruída ao horizonte, por isso, geralmente os grandes centros urbanos não são os melhores lugares para a observação.


Equipamentos que podem auxiliar ao assistir eclipses lunares, são os binóculos, lunetas e telescópios. E não precisa se preocupar, pois ao contrário dos eclipses solares, os eclipses lunares não oferecem risco à retina se observados a olho nu. E caso não seja possível acompanhar ao vivo, é possível assistir transmissões feitas na internet.