• Davi Moura

Forte anomalia de calor no Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai nos próximos dias

Atualizado: 18 de ago.

Inverno com cara de primavera! Modelos numéricos apontam temperaturas que podem ultrapassar os 41ºC nos próximos dias na porção central da América do Sul. Bloqueio atmosférico continua persistindo!


onda de calor no inverno
Previsão do modelo ECMWF para a anomalia de temperatura em 850hPa. Válido para a próxima terça-feira (26/07). As temperaturas podem ficar 12ºC acima da média climatológica.

No Hemisfério Norte, o verão está em alta com fortes ondas de calor sobre a Europa e os EUA. As temperaturas atingiram pela primeira vez a marca de 40ºC no Reino Unido e no norte da Alemanha. Além do calor, as queimadas têm atingido várias partes de Portugal, Espanha e Reino Unido.



No Hemisfério Sul é inverno, mas as temperaturas também estão próximas dos 40ºC na porção central da América do Sul. Fortes anomalias de calor são esperadas nos próximos dias em decorrência de um persistente bloqueio atmosférico. As anomalias podem ficar até 12ºC acima da climatologia, ou seja, acima do que geralmente acontece para esta época do ano.


Bloqueio atmosférico persistente


O Bloqueio atmosférico é um sistema anticiclônico que atua entre a média e a alta troposfera (entre 5.000m e 10.000m de altitude). Apesar da altitude, ele é extremamente influente na baixa atmosfera, pois atua como uma "tampa" aprisionando o calor na superfície e impede a formação de nuvens de chuva.


Bloqueios atmosféricos são comuns entre o inverno e o início da primavera, mas neste ano de 2022 este sistema foi duradouro e praticamente não permitiu que houvesse inverno em latitudes menores do que 25ºS.


Saiba mais em: Bloqueio Atmosférico na América do Sul

Isso fez com que uma massa de ar quente e seca se formasse entre o sertão nordestino, oeste da região Sudeste, Tocantins, Rondônia e Centro-Oeste do país. Nos próximos dias, essa massa de ar deve se espalhar pela Bolívia, Paraguai e o norte da Argentina.



Uma forte corrente de vento na baixa troposfera (também chamado de jatos de baixos níveis) deve escoar parte dessa massa de ar em direção ao Uruguai, Rio grande do Sul e Santa Catarina.


Quando o bloqueio atmosférico irá embora?


No momento, não há expectativa que o bloqueio se dissipe até o fim do mês de julho. O sistema deve perder espaço e ficar mais confinado no Centro-Oeste do Brasil no últimos dias do mês devido ao avanço de uma frente fria.



A expectativa é que a frente fria avance pelo extremo sul do país a partir da noite do dia 28 de julho e traga com ela uma massa de ar polar. Porém, somente a região Sul do Brasil e o leste do estado de São Paulo irão sentir a queda nas temperaturas.


Calor nos próximos dias


No caso do Sul do Brasil, as máximas temperaturas (de acordo com o modelo europeu ECMWF) não devem passar dos 28ºC. Porém, no Paraguai, Bolívia, extremo norte da Argentina, Centro-Oeste do Brasil, setor sul da região Norte e sertão nordestino é esperado temperaturas máximas entre 32ºC e 38ºC entre os dias 23 e 28 deste mês de Julho.


Essas temperaturas podem ser ainda maiores se considerarmos o modelo estadunidense GFS que aponta temperaturas pouco acima dos 41ºC no próximo dia 28.


previsão de temperatura
Previsão do modelo ECMWF para a Temperatura à 2m da superfície. Válido para 26/07/2022 às 1800 UTC.

Para o modelo GFS, as temperaturas devem bater facilmente os 40ºC depois do dia 25 e atingir o pico de 41ºC, em pleno inverno, no dia 28 de julho na região entre o norte do Mato Grosso do Sul e o sul do Mato Grosso.



Além das altas temperaturas, o tempo seco provoca um cenário dramático neste início de temporada de queimadas na porção central da América do Sul. Amanhã, sexta-feira (22), a umidade relativa do ar deve ficar abaixo de 30% em grande parte do Brasil e abaixo de 15% no Centro-Oeste. É a mesma umidade encontrada em desertos de areia.


tempo seco e quente
Previsão do modelo ECMWF para umidade relativa do ar em 1000hPa (aproximadamente 112m de altitude). Imagem válida para 22/07/2022 às 1800 UTC.