• Raquel Pereira

Impactos da La Niña e a chance de um El Niño em 2022

A La Niña está ativa pelo terceiro ano consecutivo e vem trazendo consequências para o regime de precipitação no Brasil. Contudo, em 2022 há chance de um cenário invertido: qual a probabilidade de um El Niño para o final deste ano?


Probabilidade de El Niño para o final de 2022.

O El Niño Oscilação Sul (ENOS) é um fenômeno que acontece no Oceano Pacífico Tropical e é uma combinação de dois fatores, sendo um deles oceânico e outro atmosférico. O ENOS tem grande impacto sobre os padrões de pressão e chuvas tropicais e impacta o sistema de feedback oceano-atmosfera.


O ENOS se refere às situações nas quais o oceano Pacífico Equatorial está: seja na fase quente (El Niño) ou na fria (La Niña). Cada fase do ENOS tem um efeito diferente no clima nos trópicos e na circulação geral, impactando, assim, o clima em todo o mundo de forma diferente.



A imagem abaixo mostra as regiões ENOS no Pacífico tropical. As principais regiões são 3 e 4 e, juntas, cobrem uma grande parte do Pacífico tropical. A maioria das análises e previsões são baseadas em uma combinação das regiões 3 e 4, vistas na imagem como a região Niño 3.4. A região 3 cobre o Pacífico tropical oriental, enquanto a região 4 cobre as partes central e ocidental.


Regiões ENOS no Pacífico tropical. Fonte: Severe Weather.

As condições de La Niña atuais no oceano pacífico equatorial são bastante favoráveis as chuvas no norte, nordeste e parte do centro-oeste e sudeste do brasil. O mapa de anomalia da precipitação de dezembro abaixo mostra o quanto já choveu nesse mês em relação ao que geralmente chove.


Anomalia de Precipitação de dezembro 2021. Fonte: CPTEC/INPE.

Nota-se maior quantidade de chuva em relação a climatologia desde a faixa do Mato Grosso, Goiás, parte de Minas Gerais, até o Norte, Nordeste do país. O inverso ocorre no Mato Grosso do Sul, São Paulo e sudoeste de Minas Gerais e sul do Brasil. Um padrão bem típico de La Niña.


Mas até quando vai a La Niña?

O gráfico abaixo mostra a previsão da anomalia de temperatura do mar sobre a região 3.4 do pacífico de vários modelos climáticos por trimestre e a média feito pelo CPC/IRI. Valores abaixo de -0.5 indicam La Niña e acima de 0,5 indicam El Niño. E valores entre os dois indicam a fase neutra.



As previsões mostram a intensificação da La Niña desde o trimestre de outubro/novembro/ dezembro até o trimestre de 2022 fevereiro/março/abril. Posteriormente, a La Niña deve perder força e a fase neutra deve se configurar entre o final do verão e o início do outono de 2022.

Projeções das previsões para o ENSO de dezembro de 2021. Fonte: CPC / IRI.

A imagem abaixo apresenta a previsão probabilística do ENOS feita pelo CPC/IRI. A barra azul se refere à La Niña, a cinza a fase neutra, e a barra vermelha se refere a probabilidade de um El Niño. As projeções mostram um aumento gradual das chances de El Niño ao longo do ano de 2022.


Previsão probabilística ENOS. Fonte: CPC / IRI.

Pode ser que esse aumento da chance de El Niño continue durante a primavera e verão de 2022. Pelo menos até o próximo inverno a expectativa é que uma fase neutra permaneça ativa. Se as chances de El Niño continuarem subindo, poderemos ter uma situação completamente diferente inversa para o final do ano que vem. Probabilisticamente, a chance de um El Niño a partir do trimestre de Agosto, Setembro e Outubro é de 29%, contra 46% de uma fase neutra e 25% para o retorno de uma La Niña.