• Gabriela Bittencourt

Intensa massa de ar polar avança pelo Brasil nos próximos dias

A semana iniciou com mudanças no tempo em parte do Centro-Sul do país com o avanço de uma frente fria. Ao longo dos próximos dias, a formação de mais um sistema frontal deve trazer uma intensa massa de ar polar e derrubar as temperaturas.


Modelo GFS
Previsão do modelo GFS para a temperatura à 2 metros da superfície. Rodada iniciada à 00 UTC do dia 15/08/2022 válida para 20/08/2022 às 09 UTC.

A segunda-feira (15) iniciou com a formação de um sistema frontal que avançou pelo Rio Grande do Sul, e deve seguir avançando por Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul na próxima terça-feira (16). A massa de ar frio que avança na retaguarda desse sistema não deve ser muito intensa.



Durante a quarta-feira (17), uma baixa pressão entre o norte da Argentina e o Uruguai deve se estender até as cidades entre norte e noroeste do Rio Grande do Sul, meio oeste do estado de Santa Catarina, no Paraná e extremo sul e oeste do Mato Grosso do Sul. O sistema deve provocar muita chuva, precipitação isolada de granizo e relâmpagos.


No decorrer da madrugada de quinta-feira (18) essa baixa pressão se desloca para o oceano, e com isso a formação de um novo ciclone extratropical se estabiliza com alerta para chuva intensa e chance para temporais em cidades entre centro e norte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, além da região centro-sul do Mato Grosso do Sul, principalmente. Associado a esse ciclone uma nova frente fria avança e as chances para temporais não se descartam no Sul do Brasil.


Modelo GFS
Gif com temperatura à 2 metros pelo modelo GFS. Rodada iniciada às 18 UTC do dia 15/08/2022 válida até dia 20/08/2022 às 12 UTC.

A nova massa de ar polar avançará pelo sul do Brasil rapidamente ainda na quinta-feira (18). Com o deslocamento do ciclone extratropical para o oceano e da frente fria pelas regiões litorâneas do Sudeste, o frio avança com muita intensidade e deve atingir uma grande área do Brasil entre o Sul, Centro-Oeste e parte do Sudeste do país.



Os modelos numéricos indicam que o fim dessa semana deve ser gelado. A massa de ar polar deve atuar até o sábado (20), e não se descarta a ocorrência de geada na campanha, região central e serras gaúcha e catarinense. As mínimas devem ficar entre 1ºC - 2 ºC nas cidades do sul do Rio Grande do Sul. Na serra Catarinense as mínimas devem ser negativas, chegando a -2ºC em Urubici/SC na próxima sexta-feira (19).


Qual a probabilidade de ocorrência de neve?


Apesar do ciclone extratropical estar afastado do país, o sistema frontal associado a ele consegue fazer o transporte de umidade para regiões da serra Gaúcha e Catarinense aumentando a probabilidade de que ocorram episódios de neve entre a quinta-feira (18) e sexta-feira (19).



Entretanto, os modelos numéricos vem mudando rapidamente, e embora a ocorrência de neve não seja uma certeza, o frio deve ser muito intenso nos próximos dias, e deve atingir, além do sul do Brasil, regiões do sul do Amazonas, Acre e Rondônia. Cidades de São Paulo, sul do Rio de Janeiro e de Minas Gerais também devem sentir as temperaturas despencarem nos próximos dias.