• Raquel Pereira

Nevasca atinge nordeste da China e sudeste da Rússia

Temperaturas congelantes na China e na Rússia provocaram transtornos. As fortes nevascas geraram até 40 centímetros de neve.


nevasca na china
Frio severo na China congela lámen quase instantaneamente.

A nevasca nas províncias de Heilongjiang e Jilin passou pela fase mais agressiva na segunda-feira (22). Certas partes de Heilongjiang foram duramente atingidas por nevascas, que, segundo os internautas, pareciam "lâminas de barbear cortando seus rostos". Em Harbin, Jilin e outras cidades nas províncias, escolas e jardins de infância foram temporariamente fechados.


Vinte e duas rodovias em Heilongjiang foram fechadas e voos cancelados. As autoridades locais mobilizaram mais de 4.200 pessoas para limpar a neve das estradas que cobrem 9.950 quilômetros e quase 800 conjuntos de equipamentos de remoção de neve para limpar a neve.


O acúmulo de neve durante o período atingiu níveis recordes em alguns lugares de Heilongjiang. A neve acumulada na cidade oriental de Jiamusi chega a 42 centímetros. O governo provincial de Heilongjiang emitiu um alerta de Nível II para resposta de emergência a desastres climáticos, o segundo maior em um sistema de alerta de quatro níveis.



Na Rússia, após o segundo dia de forte nevasca em Birobidjã, uma cidade da Federação Russa que é cortada pelos rios Bira e pelo Bidjan, na fronteira com a China também teve suas estradas bloqueadas, escolas fechadas, transporte público não funcionando.



O território de Khabarovsk e a região de Amur, na Rússia, também estão cobertos de neve. As aulas nas escolas foram canceladas em 4 distritos, várias estradas foram fechadas aos ônibus, o fornecimento de energia foi interrompido em 7 distritos.




Na Rússia, um Sukhoi Superjet 100 operado pela companhia aérea russa Red Wings sofreu uma excursão na pista. O jato regional estava pousando em Norilsk vindo de Chelyabinsk na manhã de quarta-feira (24), quando saiu da pista e parou na neve. Nenhum ferimento foi relatado aos passageiros ou tripulantes.


Norilsk, onde ocorreu este incidente, também é conhecida como a cidade mais fria do mundo, onde neva 270 dias por ano.

A aeronave estava completando sua rolagem de pouso e havia percorrido cerca de 1.800 metros pela pista, quando começou a virar para a esquerda. Relatórios sugerem que a aeronave derrapou por cerca de 30 metros antes de parar fora da pista. Ninguém se feriu, felizmente, e a aeronave foi devolvida com sucesso à superfície pavimentada cerca de 80 minutos depois.