• Tempo e Clima Brasil

O que é o balanço de energia da Terra?

O conceito de balanço de energia terrestre não é familiar a maior parte da população global. Porém, é devido a este balanço que nós existimos aqui na terra.

energia solar
O balanço de energia do planeta terra descreve, basicamente, como o sistema terrestre trabalha com a energia proveniente do sol.

O balanço de energia da Terra descreve o equilíbrio entre a energia radiante que chega à Terra vinda do sol e a energia que flui da Terra de volta para o espaço. A energia do sol está principalmente na parte visível do espectro eletromagnético.

Cerca de 30 por cento da energia solar que chega é refletida de volta para o espaço por nuvens, moléculas atmosféricas, pequenas partículas suspensas chamadas aerossóis e as superfícies da Terra, neve e gelo.

O sistema terrestre também emite energia térmica radiante para o espaço, principalmente na parte infravermelha do espectro eletromagnético. A intensidade da emissão térmica de uma superfície depende de sua temperatura.


Por que é importante estudarmos o balanço de energia?


O sistema Terra-atmosfera está constantemente tentando manter um equilíbrio entre a energia que chega à Terra vinda do sol e a energia que flui da Terra de volta para o espaço. Se o sistema da Terra for alterado por meio de fenômenos naturais - como vulcões - ou pelas atividades do homem e ocorrer um desequilíbrio no balanço de energia da Terra, a temperatura da Terra acabará aumentando ou diminuindo para restaurar o equilíbrio de energia.


Compreender exatamente como o sistema está se ajustando em um determinado momento é complicado por variações internas no sistema associadas às circulações atmosféricas e oceânicas que também fazem com que o balanço de energia da Terra varie. Para melhorar nossa compreensão, as observações do balanço de energia da Terra são necessárias em uma gama de escalas de tempo, de mensal a decadal.

A distribuição regional em todo o globo da diferença entre a entrada e a saída de energia radiante impulsiona as circulações atmosférica e oceânica.

Nos trópicos, há mais energia absorvida do que emitida, resultando em um excedente de energia radiante. Em altas latitudes, o oposto é verdadeiro. Para restaurar esse desequilíbrio latitudinal na energia radiante, a circulação geral da atmosfera e dos oceanos transporta o calor dos trópicos para os polos. Uma mudança na distribuição regional da energia radiante teria, portanto, um impacto direto nos padrões de tempo e de circulação do oceano.


O balanço de radiação na superfície da Terra também é extremamente importante, pois fornece a energia necessária para evaporar a água na superfície, que por sua vez determina quanta precipitação pode cair sobre o globo.