• Raquel Pereira

O que é a ZCAS e qual sua influência no Brasil?

A zona de convergência do Atlântico Sul (ZCAS) é um dos principais sistemas meteorológicos causadores de chuva na região centro-sul do Brasil nos meses de primavera e verão.

Influência da ZCAS na precipitação do centro-sul do Brasil.

A ZCAS é definida como uma banda de nebulosidade orientada no sentido noroeste/sudeste, que se estende da bacia Amazônica, passa pelo sudeste do Brasil e alcança o Atlântico Sul (Kousky, 1988). Ela ocorre predominantemente no verão e, praticamente, ausente no inverno, podendo se manifestar por períodos de 4 a 15 dias e provoca fortes chuvas no sudeste do país (Nogués-Paegle e Mo, 1997).



Quando a ZCAS se forma, uma longa faixa de nuvens carregadas perdura sobre o Brasil por vários dias, atravessando o país sobre parte da Região Norte, do Centro-Oeste e do Sul/Sudeste. Seu padrão de nebulosidade é facilmente identificável nas imagens de satélite sobre a América do Sul e sudoeste do Atlântico Sul no período quente do ano.


A imagem mostra uma típica nebulosidade de ZCAS sobre o Brasil. Uma banda de nuvens que corta o Brasil sobre os estados do Centro-Oeste e do Sudeste e que se prolonga pelo oceano. As linhas verdes na imagem é o símbolo utilizada para representar a ZCAS. Fonte: CPTEC/INPE


A atuação da ZCAS não é igual de um ano para o outro, podendo não ocorrer sempre sobre as mesmas regiões. Sua atividade convectiva tem grande variabilidade espacial, podendo se estender da Amazônia em direção ao norte do sudeste ou em direção ao sul do país.


Essa banda de nebulosidade característica das ZCAS tem sua importância na transferência de calor, momento e umidade dos trópicos para as latitudes mais altas. E possui um papel fundamental na manutenção da umidade em várias regiões do brasil!

A ZCAS está associada com a atividade convectiva na região amazônica, central e sudeste do Brasil. Ela é consequência da interação de vários sistemas meteorológicos, por exemplo, em altos níveis a liberação de calor latente na Amazônia favorece a presença da Alta da Bolívia (AB), e auxilia a intensificação do Jato Subtropical (JS), que está associado com o cavado do Nordeste do Brasil (NEB).



em baixos níveis, o aquecimento da região do Chaco é favorável ao Jato de Baixos Níveis (JBN) a lesta dos Andes, que favorece a convergência de umidade. O escoamento da Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) tem o papel de transportar umidade para o continente. Também em baixos níveis, a entrada de uma frente fria pelo sul do país pode fortalecer a atividade convectiva na costa do continente e sobre o oceano Atlântico subtropical.


Esquema para entender melhor como se dá a formação da ZCAS. Fonte: Davi Moura.

O início da estação chuvosa no centro-sul do Brasil se inicia, em média, próximo de meados de outubro. A primavera se iniciou dia 22/09, e para a maioria das áreas do Brasil, a primavera significa o retorno da chuva e o aumento do calor. A ZCAS pode começar a marcar presença já em meados da primavera e favorecer a formação de chuvas sobre o centro-sul do Brasil,e até o verão os volumes de chuva vão aumentando.



Referências


Kousky, V. E. Pentad outgoing longwave radiation climatology for the South American sector. Rev. Bras. Meteo.,3, 217-231, 1988.


Nogués-Paegle, J.; MO, K. C. Alternating wet and dry conditions over South America

during summer. Monthly Weather Review, 125, p. 279–291, 1997.