• Paulo Vitor

Onda de frio atingirá o extremo sul da Bahia e chuvas retornam ao leste do Nordeste

Intenso ar polar que já se espalha pelo Brasil deverá se deslocar até o centro-sul baiano e causará queda de temperatura. Enquanto isso, as chuvas deverão se intensificar no leste do Nordeste, em especial, leste da Bahia, Sergipe e Alagoas, como é comum para a época do ano.


Frio vitória da conquista
Vitória da Conquista é conhecida como a Suíça Baiana pelas baixas temperaturas no inverno e outono, a cidade está na rota do ar polar.

A segunda quinzena de maio está sendo marcada por uma diversidade de eventos meteorológicos no Brasil. Dentre eles, ocorre o avanço de uma forte massa de ar polar no centro-sul do Brasil.



Esse ar polar já provocou chuva congelada em São Joaquim e neve em Urupema, ambas em Santa Catarina. Além disso, o Rio Grande do Sul está sendo atingido por um ciclone subtropical chamado pela marinha do Brasil de Yakecan, Yakecan significa som do céu em tupi-guarani (não se trata de um furacão, um ciclone subtropical é um ciclone híbrido que apresenta um núcleo relativamente quente, mas que também se alimenta da baroclinia) e são esperados ventos que podem supera os 100 km/hora.


Tempestade subtropical Yakecan
Yakecan já se encontra atuando no estado do Rio Grande do Sul.

Outro fator que chama atenção sobre a intensidade dessa massa de ar polar é que ela conseguirá atingir o estado da Bahia, em específico o centro-sul do estado. As cidades de Brumado, Caetité, Cocos, Coribe, Eunápolis, Guanambi, Itapetinga, Itamaraju, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista, são algumas das principais cidades que serão atingidas pelo frio. A penetração desse ar mais frio está prevista para o dia 19 de maio e são previstos mínimas de até 8 graus a menos em relação à média. O frio deve permanecer até o dia 21 de maio.


ar polar na bahia
Mapa de anomalia de temperatura em 2 metros entre os dias 17-21 de maio segundo o modelo GFS. Observe que o intenso ar polar penetra não somente na Bahia, mas na região Norte também, local onde é chamado de friagem.

Cabe ressaltar que não é incomum que as massas de ar polar atinjam o centro-sul ou o sul da Bahia, normalmente as massas de ar polar mais intensas conseguem atingir essa região com certa frequência. Porém, atenção, não existe o risco de quedas extremas de temperatura ou do fenômeno da geada.


Ao observar o mapa acima é necessário se atentar a escala de temperatura ao lado que não deve ser confundida com a temperatura real, ou seja, não serão registrados -8°C na Bahia, se trata de uma redução de 8° na temperatura em relação à média. Exemplificando: Se uma cidade possui média de 20°C de mínima, o ar polar irá reduzir a mínima para 12°C.


Frio maio 2022 bahia
Temperaturas estimadas no dia 21 de maio em locais da Bahia. A previsão é de que as mínimas fiquem em torno dos 10°C em quase todo centro-sul do estado. Fonte: Windy.


Previsão de chuvas para o leste nordestino


Associado a essa forte massa de ar polar existe uma frente fria que deverá avançar em alto mar até a altura da costa alagoana. Em seu percurso, ela deverá levar bastante chuva para as áreas costeiras e adjacentes. Os estados da Bahia (nordeste baiano, litoral norte e recôncavo), todo estado de Sergipe e Alagoas deverão ser as áreas contempladas nos próximos 10 dias.


Sergipe e Alagoas segundo o modelo GFS deverão ser os mais beneficiados pelas chuvas, chuvas essas que irão penetrar o agreste e o sertão. Na Bahia são previstos valores de precipitação que oscilam entre 12-125 mm. Em Sergipe e Alagoas, a previsão é de valores oscilando entre 100-300 mm. A previsão de 300 é válida para as zonas costeiras. Vale ressaltar que durante o outono e inverno é comum chuvas nestas localidades, em especial as zonas costeiras.


Chuvas leste nordeste
Mapa de acumulado total de precipitação em 10 dias segundo o modelo GFS. O quadrado preto indica a área abordada.

Os valores previstos para 10 dias na costa são elevados e podem causar eventuais estragos e provocar mortes. Portanto, é necessário que ao observar a ocorrência de chuva forte ou volumosa fique atento aos alertas da defesa civil de sua cidade.



Dependendo da distribuição e ocorrência dessas chuvas, Aracaju e Maceió podem enfrentar esses transtornos. Essas chuvas são importantes para a produção de milho e feijão no SEALBA e poderão quebrar com a secura observada até o momento em maio de 2022 nestas áreas.