• Davi Moura

Previsão da segunda quinzena de Abril: o que os modelos numéricos estão indicando?

A segunda metade do mês de Abril deve ser marcada por grandes acumulados de chuva no Norte, leste do Nordeste e partes da região Sul do país. Uma nova massa de ar polar deve avançar.


previsão das chuvas na segunda quinzena de abril
Previsão do acumulado total de chuvas na segunda metade do mês de Abril. Modelo GFS iniciado em 15/04/2022 às 1200 UTC.

Geralmente, o mês de Abril é marcado por uma redução das chuvas na porção central do país (o qual inclui o Centro-Oeste, oeste do Sudeste e sertão nordestino). Essa redução ocorre a medida que entramos em meados do outono e nos aproximamos do inverno, quando temos o fim do ciclo da monção da América do Sul e, consequentemente, o início da estação seca.



Por outro lado, climatologicamente, o mês de Abril é marcado por chuvas abundantes no setor norte do país, principalmente no litoral entre o estado do Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará e Rio grande do Norte. Entre meados de abril e meados de maio, temos o deslocamento máximo da Zona de Convergência Intertropical sobre o Hemisfério Sul (por volta de 5ºS de latitude), assim, favorecendo as chuvas no litoral norte do país.


As chuvas estão em alta no setor norte do país neste mês de abril de 2022 e, com a La Niña ativa, os volumes pluviométricos devem se manter elevados até o fim do mês nessa área, como pode ser visto na figura acima.



No setor leste do nordeste, grandes volumes de chuva são esperados para o litoral da Bahia (máx. de acumulado nos próximos 15 dias de 315mm na capital Salvador). Boa parte dessas chuvas no litoral baiano devem ocorrer durante o fim de semana de páscoa a medida que resquícios de uma frente fria estão avançando.



No Sul do Brasil, as grandes concentrações de chuvas devem ocorrer em Santa Catarina e sudoeste do Paraná. Grande parte desses volumes de chuva devem ocorrer a partir do dia 23 de Abril com o avanço de instabilidades originadas no norte da Argentina. O Sudeste e o Centro-Oeste do país devem ter os menores acumulados nas próximas duas semanas.


Onda de calor seguido de nova massa de ar frio


Durante a segunda quinzena de Abril, o modelo numérico de tempo GFS (assim como o modelo Europeu ECMWF) aponta a configuração de uma onda de calor a partir do dia 24 de Abril e que deve persistir até pelo menos o dia 28 de Abril, quando uma nova massa de ar frio deve avançar pelo centro-sul do país.


onda de calor e onda de frio em abril
Previsão da anomalia de temperatura em 850hPa (aproximadamente em 1500m de altitude) entre o dia 25 de Abril e o dia 1 de maio de 2022. Modelo GFS iniciado em 15/04/2022 às 1200 UTC. Cores azuis indicam temperaturas abaixo da climatologia, enquanto cores vermelhas e alaranjadas indicam o inverso.