• Davi Moura

Temperaturas voltam a subir na região Sul

Após uma intensa onda de calor em Janeiro ser interrompida por uma massa de ar frio, as temperaturas voltam a subir na região Sul. Até quando o calor deve ficar ativo?


calor no sul
Mapa da previsão do modelo GFS referente a anomalia de temperatura em 850hPa (1500 m de altitude). Válido para 03/02 1800 UTC. Cores avermelhadas indicam temperaturas acima da média, enquanto cores azuladas indicam o inverso.

Após o alívio das temperaturas (principalmente na região Sul) com a passagem de uma frente fria e a chegada de uma massa de ar de origem polar, as temperaturas voltaram a subir na terça-feira (1) a medida que a massa de ar frio perdia suas características e se dissipava.


Entre hoje, quarta-feira (2), e a quinta-feira (3), as máximas temperaturas devem se concentrar no oeste de Santa Catarina e no estado do Rio Grande do Sul com valores próximos a 40ºC.



No Paraná, a expectativa é de uma elevação de temperatura menos intensa podendo alcançar temperaturas máximas na quinta-feira (3) de 33ºC no sudeste do estado. Essa diferença de temperatura entre o Paraná e os outros estados da região Sul deve ocorrer devido ao posicionamento da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) que ainda atua sobre parte do Paraná.



Com a elevação das temperaturas, outro fator surge: temporais isolados. As altas temperaturas na baixa troposfera geram instabilidade termodinâmica que, em outras palavras, significa que há energia para que haja a formação de nuvens de chuva. Esses temporais geralmente ocorrem em pequena escala e em um curto espaço de tempo, o que dificulta a possibilidade de previsão através dos modelos numéricos de tempo.

 

Leia também: La Niña até quando? O que os modelos climáticos indicam?

 

Esses temporais isolados podem provocar chuva torrencial, ventanias, trovoadas e até precipitação de granizo. Por isso, é importante acompanhar continuamente os informes meteorológicos, assim como os avisos e alertas da defesa civil de cada estado.



Até quando o calor deve atuar?


O retorno do calor não deve durar muito. Isso porque há expectativa que uma nova frente fria avance pelo Sul do Brasil a partir da próxima sexta-feira (4). A frente fria deve trazer chuvas para toda região, mas os maiores volumes são esperados para o noroeste do Rio Grande do Sul, oeste Catarinense e oeste do Paraná.


frente fria
Previsão do modelo GFS para Precipitação, Pressão ao nível médio do mar e espessura da camada entre quinta-feira e o próximo domingo. A partir de sexta-feira observa-se o avanço de uma frente fria sobre a região Sul do Brasil.

A partir da manhã do sábado, as temperaturas devem voltar a cair no Rio Grande do Sul e, a medida que a frente fria avança, as temperaturas devem cair gradualmente nos próximos dias entre Santa Catarina e o Paraná. As mínimas temperaturas só devem ocorrer na manhã da segunda-feira, quando há expectativa de valores próximos a 10ºC entre a serra gaúcha e catarinense.



Confira a previsão climática para Fevereiro de 2022 no vídeo abaixo: