• Raquel Pereira

Onde será possível observar o eclipse lunar total que ocorrerá amanhã

Descubra a previsão de como estará a cobertura de nebulosidade em todo o Brasil durante a lua de sangue.

lua
Eclipse do dia 16 de maio será o primeiro de dois eclipses lunares totais do ano. Foto: Julian Stratenschulte.

No dia 16 de Maio de 2022 teremos um eclipse lunar total que será visível na América do Sul e parcialmente na América do Norte. Nas regiões da África e Europa Ocidental, o eclipse também poderá ser visto parcialmente. O eclipse irá aparecer no céu por volta das 22h30 no horário de Brasília, na noite de domingo, 15 e seu ápice do fenômeno ocorrerá às 04h11 UTC, que corresponde à 01h11 no horário de Brasília.



A imagem a seguir apresenta em quais regiões do mundo será possível ver o eclipse. As populações mais perto das linhas podem acabar vendo apenas partes do eclipse em alguns momentos, o que não é o caso do Brasil.


Regiões onde será possível observar o eclipse lunar total. Fonte: Nasa's Illustration Studio/Reprodução.

Porém, apesar do fenômeno ser visível para todo o Brasil, sua visibilidade poderá ser comprometida devido a cobertura de nuvens no momento da ocorrência do evento. A cobertura de nuvens poderá dificultar a observação do eclipse lunar total em grande parte do Brasil. A maior parte do Norte, Nordeste e do Sudeste do Brasil devem ter muitas nuvens e somente em regiões mais localizadas, onde há céu limpo, haverá observação.


No Centro-Oeste, principalmente no estado do Mato Grosso, observa-se nebulosidade cobrindo o estado. Porém nota-se a diferença de tonalidade da escala das nuvens ao Norte, Nordeste e Sudeste, que são nuvens com temperaturas de brilho menores, indicando nuvens mais espessas, convectivas e com topos mais frios, enquanto que no Centro-Oeste nuvens com tons mais cinzas, indicando nuvens mais baixas, topos menos frios e menos desenvolvidas, proporcionando uma melhor visibilidade nesta região.



Os melhores pontos de observação serão nos estados da região Sul do país e sul do Mato Grosso do Sul.

Gif apresentando a simulação de imagens de satélite do canal infravermelho do modelo GFS, com início no dia 15 de maio as 19Z até o dia 16 as 07Z. Fonte: Tropical Tidbitis.

Para uma melhor apreciação desse fenômeno, é recomendável estar afastado de luzes artificiais. Equipamentos que podem auxiliar ao assistir eclipses lunares, são os binóculos, lunetas e telescópios. E não precisa se preocupar, os eclipses lunares não oferecem risco à retina se observados a olho nu.


Caso as condições atmosféricas não permitam a observação desse fenômeno, é possível assistir transmissões feitas na internet. A NASA, por exemplo, através de seu canal oficial no Youtube irá transmitir o eclipse.



A agência estadual dos EUA programou que seu telescópio comece a transmitir imagens a partir das 00h pelo horário de Brasília do dia 16 de maio (madrugada do dia 15 para o dia 16 de maio).