• Raquel Pereira

Você conhece os tipos de tempestades?

Existem diferentes tipos de tempestades? Como elas são formadas e por que estudá-las?


Tempestade supercélula. Fonte: Marko Korosec

É importante compreender as tempestades e suas consequências, pois elas são responsáveis por fortes chuvas, vendavais, alagamentos e provocam altas taxas de relâmpagos. As nuvens são um conjunto de gotículas d’água, de cristais de gelo ou de ambas em suspensão na atmosfera.

Para a formação das nuvens, são necessários alguns ingredientes, entre eles: umidade (quantidade de vapor d'água disponível na atmosfera), instabilidade (variação da temperatura com a altura) e mecanismos de levantamento do ar (convergência do ar, orografia, convecção, ao longo de superfície frontais). Estes três ingredientes são fundamentais para a formação das tempestades.



Mecanismos de formação de nuvens. Fonte: Licenciatura em Ciências USP/UNIVESP. Estabilidade Atmosférica , nuvens e precipitação (Parte 2).

As tempestades são mais comuns durante o verão e em regiões tropicais e temperadas, embora também ocorram em regiões próximas aos polos e em outras estações do ano. As tempestades podem ser uma única nuvem Cumulonimbus (Cb), ou várias tempestades unidas em grupo de tempestade. Logo, as tempestades podem ser classificadas em três tipos principais (individual, multicelular e supercelular). Elas são diferentes e formadas principalmente por distintos valores de: Cisalhamento vertical do vento e Convective Avaliable Potencial Energy (CAPE). Cisalhamento do vento é a diferença na velocidade e/ou direção do vento na atmosfera e o CAPE representa a energia disponível para convecção.

Tempestades Individuais são relativamente pequenas e formam em condições de fraco cisalhamento vertical do vento. São pequenas nuvens Cb isoladas produzidas pela convecção local em massa de ar instável e possuem período de vida de aproximadamente 30 min. Raramente produzem granizo ou ventos destrutíveis. Tempestades multicelulares são formadas pelo aglomerado de células convectivas. Formam sob moderado cisalhamento vertical do vento (10-20 m/s).



As tempestades supercelulares são mais intensas, robustas e de longa duração. Uma supercélula é um tipo de tempestade caracterizada pela presença de um mesociclone (uma corrente de ar ascendente girando no interior da nuvem) e são formadas por uma célula gigante possuindo movimentos giratórios e forte cisalhamento vertical do vento. Possuem um período de vida médio de aproximadamente 2-6 horas e produzem granizo e ventos fortes. São classificadas como tempestades severas e são eletricamente mais ativas que as tempestades unicelulares e multicelulares.

Fatores que auxiliam na formação das tempestades supercelulares:

  • Posição do ar frio acima do ar quente -> Produz atmosfera instável;

  • Forte cisalhamento vertical -> Induz rotação;

  • Cape > 3500 J/Kg.